Cruzeiro

De Odivelas para o Mundo

Current track

Title

Artist

Current show

Cruzeiro da Noite

00:00 08:00

Current show

Cruzeiro da Noite

00:00 08:00


EFEMÉRIDES: 3 DE OUTUBRO – PASSA HOJE UM ANO SOBRE A MORTE DE MÁRIO WILSON

Written by on Outubro 3, 2017

EFEMÉRIDES

3 de outubro

1226 – Morreu São Francisco de Assis.

1863 – O presidente norte-americano Abraham Lincoln estabeleceu que o Dia de Acção de Graças se passasse a assinalar na última quinta-feira de novembro.

1910 – O neurocirurgião Miguel Bombarda, militante republicano, foi assassinado por um doente no Hospital de Rilhafoles.

1911 – Morreu a médica Carolina Beatriz Ângelo, apenas com 33 anos, Foi a primeira mulher a exercer o direito de voto em Portugal. Republicana e feminista nasceu na Guarda, onde iniciou os seus estudos e já em Lisboa ingressou nas escolas Politécnica e Médico-Cirúrgica. Foi a primeira médica a operar no Hospital de São José e dedicou-se à Ginecologia, com consultório aberto na baixa de Lisboa. A par da sua atividade profissional teve um intervenção politica e social intensa e marcante. Foi uma das principais ativistas da defesa dos direitos das mulheres e do sufrágio feminino. Fez parte do grupo que fundou a Liga Republicana das Mulheres Portuguesas defendeu o direito ao divórcio, a instrução das crianças e direitos e deveres iguais para homens e mulheres. Foi uma mulher marcante na história portuguesa, com um percurso interrompido pela sua morte prematura. O Hospital de Loures tem o seu nome, como forma de homenagear uma médica que teve também uma notável e importante intervenção politica e social para a época.

1976 – Paulo VI canonizou a beata Beatriz da Silva, fundadora da Ordem da Imaculada Conceição.

1985 – Foi constituída a CONFAGRI, Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas de Portugal.

1990 – Consumou-se a reunificação alemã. A República Federal Alemã e a Republica Democrática da Alemanha voltaram a ser um só Estado, após 45 anos de separação.

2001 – O Rali de Portugal foi excluído do calendário do Campeonato do Mundo, pelo Conselho Mundial do Desporto Automóvel, em Genebra.

2002 – O Supremo Tribunal de Justiça absolveu o ex-governador de Macau, Carlos Melancia, da acusação de corrupção passiva.

2003 – A Docapesca assinou a transferência dos comerciantes de Pedrouços para o Mercado Abastecedor da Região de Lisboa, no Tojal..

2005 – Começaram a funcionar as aulas de inglês no 1º Ciclo.

2006 – O Prémio de Poesia do PEN Clube Português é atribuído a António Ramos Rosa pelo livro “Génese”.

– O Grande Prémio de Literatura de Braga, foi atribuído ao romance “A Sopa”, de Filomena Marona Beja.

2007 – O médico Fernando de Pádua, cardiologista e “pioneiro da utilização inteligente da divulgação de mensagens para a saúde”, foi o vencedor do Prémio Nacional de Saúde de 2007

2008 – Na altura, ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Mariano Gago, ordenou o “encerramento compulsivo imediato” da Universidade Moderna, considerando que a instituição se encontrava “em falência técnica” e também  da Universidade Internacional, neste caso,, devido “à falta de viabilidade económico-financeira do projeto de ensino superior da Sociedade Internacional de Promoção de Ensino e Cultura”

– Morreu o escritor Dinis Machado, em Lisboa, aos 78 anos. Foi jornalista desportivo, crítico de cinema e dedicou-se também à banda desenhada. O seu maior êxito como escritor foi o romance “O Que Diz Molero”, editado em 1977 e reeditado dez anos depois, no dia do seu 77.º aniversário, e nessa edição, já adaptado ao teatro.

2015 – Morreu aos 88 anos o escritor, pintor, cartoonista e humorista José Vilhena. Marcou várias gerações de portugueses e criou centenas de títulos emblemáticos como a “Gaiola Aberta”, “O Moralista”, “Fala- Barato” e “O Cavaco”. Foram os livros e os desenhos, muitos deles usando a Censura como tema de paródia, que lhe provocaram problemas com a PIDE, que o prendeu em três ocasiões, em 1962, 1964 e 1966. Até ao 25 de Abril de 1974, Vilhena redigiu cerca de 70 livros e divertiu milhares de portugueses, dizendo, ou desenhando a brincar, coisas muito sérias.

2016 – Morreu Mário Wilson. Nascido em Lourenço Marques, atual Maputo, em Moçambique, aos 19 anos chegou ao Sporting, com a missão de substituir Peyroteu, a grande glória verde e branca que terminara a carreira e sagrou-se campeão nacional em 1951. Rumou a Coimbra, onde se formou em Geologia na Faculdade de Ciências da Universidade da cidade e durante 16 anos representou a Académica, onde sempre será lembrado como “o capitão”. Depois de arrumar as chuteiras iniciou, também na Académica a sua carreira de treinador. Foi vice-campeão nacional em 1966/1967 e na mesma temporada foi o técnico da Briosa, que levou a equipa à mais longa final da Taça de Portugal, disputada com o Vitória de Setúbal. Em 1975/76 rumou ao Benfica e tornou-se no primeiro técnico português a ganhar o Campeonato Nacional, onde mesmo assim, foi rapidamente substituído. Haveria de voltar, várias vezes, como “bombeiro de serviço”. Foi selecionador nacional, mas não conseguiu o apuramento para o Europeu. Em 1990 foi feito Comendador da Ordem do Mérito e em 2013 foi nomeado sócio Honorário do MIL- Movimento Internacional Lusófono. Em Coimbra será sempre o “eterno capitão”

===========

Este é o ducentésimo septuagésimo sexto dia do ano. Faltam 89 dias para o termo de 2017.

Pensamento do dia: “Um boletim de voto tem mais força do que um tiro de espingarda”. Abraham Lincoln, (1809-65) presidente norte-americano.

Tagged as