Cruzeiro

De Odivelas para o Mundo

Faixa Atual

Título

Artista

Atual

Cruzeiro da Noite

02:00 08:00

Atual

Cruzeiro da Noite

02:00 08:00


PRÉMIO BEATRIZ ÂNGELO NO DIA INTERNACIONAL DA MULHER

Escrito por em Março 4, 2020

No dia 8 de março, às 16h, o Pavilhão Multiusos de Odivelas recebe a cerimónia de entrega do Prémio Municipal Beatriz Ângelo, um galardão atribuído anualmente pelo Município de Odivelas a Mulheres ou Instituições com ação a nível local ou nacional, que se destaquem nos vários setores da sociedade e na promoção da igualdade de género.

Carolina Beatriz Ângelo, uma sufragista, ativista dos direitos das mulheres e líder dos movimentos feministas portugueses no início do Século XX, destacou-se, entre outros factos, por ser a primeira mulher a votar em eleições no nosso país.

Este ano, o Prémio Municipal Beatriz Ângelo será entregue a três mulheres:

Maria Fernanda Fitas Cordeiro Henriques Tomás – Em 1972 iniciou sua carreira no Instituto do Emprego e Formação Profissional. Foi Diretora do Centro de Formação Profissional para o Sector Alimentar, da Pontinha, e Diretora do Centro Distrital de Lisboa e Vale do Tejo da Segurança Social. Nos últimos anos, realiza trabalho em articulação com diversas Câmaras Municipais, entre as quais Odivelas, tendo em vista a melhoria do apoio a idosos, crianças e populações mais desfavorecidas.

Susana Cristina Carvalheira Barroso – É a nadadora portuguesa mais medalhada de sempre em Jogos Paralímpicos. Terminou a sua carreira em 2005, no entanto o seu espírito competitivo não acabou e voltou ao desporto através das modalidades de Boccia, Andebol e Rugby adaptado. A atleta Odivelense vê em 2009 o seu nome dado ao Pavilhão Polidesportivo do Casal do Rato, na Pontinha, e vê ser atribuído o seu nome a um campeonato de natação, nas piscinas de Odivelas. É a patrona de Odivelas Cidade Europeia do Desporto 2020.

Rosa Maria Correia dos Santos Mota – Atleta portuguesa, campeã olímpica e mundial da maratona. Tornou-se conhecida principalmente pelas suas prestações nesta prova, sendo considerada por muitos como uma das melhores corredoras do século XX nessa especialidade. Apesar de ter terminado a carreira em 1992, continua ligada ao atletismo, apadrinhando diversas provas, correndo por causas solidárias ou participando em iniciativas em prol do desporto e da vida ativa e saudável.