Cruzeiro

De Odivelas para o Mundo

Faixa Atual

Título

Artista


EFEMÉRIDES: 1 DE MARÇO – A BARRAGEM DO SABUGAL FOI INAUGURADA HÁ DEZ ANOS

Escrito por em Março 1, 2018

EFEMÉRIDES

1 de março

Dia Internacional da Proteção Civil

Feriado Municipal em Tomar

1290 – D.Dinis criou os Estudos Gerais, em Lisboa. A primeira escola universitária do país viria a ser confirmada mais tarde, em agosto, pelo Papa Nicolau IV.

1899 – Saiu o primeiro número do jornal republicano “A Pátria”, dirigido por José Benevides.

1912 – Suicidou-se Manuel Laranjeira. Foi escritor, poeta, ensaísta, médico e inconformista. Foi também o autor de “A Doença da Santidade” e “Pessimismo Nacional”.

1925 – Começaram as primeiras emissões regulares de Rádio em Portugal. A iniciativa foi de Abílio Nunes dos Santos Júnior, fundador do “CT1AA- Rádio Portugal”.

1926 – Morreu o poeta simbolista Camilo Pessanha, autor de “Clepsydra”

1946 – O MUD – Movimento de Unidade Democrática reclamou a elaboração de um inquérito sobre a situação dos presos políticos, num comunicado que foi assinado, entre outros, por Norton de Matos, Azevedo Gomes, Bento de Jesus Caraça e António Sérgio.

1948 – O governo da ditadura de Oliveira Salazar tornou pública a ilegalização do MUD – Movimento de Unidade Democrática, um ano depois de ter sido promulgada a decisão. O tempo de espera foi intencional, de modo a reunir “provas” contra o movimento.

1977 – O Governo português fixou o preço de um pacote de bens essenciais, designado na altura, por “cabaz de compras”, numa tentativa para controlar a inflação.

1989 – Morreu o piloto de rallyes Augusto Mendes, num despiste numa das classificativas do Rallye de Portugal.

1996 – Morreu o escritor Vergilio Ferreira, aos 80 anos. Foi o autor de “Para Sempre” e “Manhã Submersa”. Por duas vezes, foi agraciado com o Grande Prémio da Associação de Escritores Portugueses.

2000 – Foi inaugurada a barragem do Sabugal.

2003 – Morreu o ator português Camacho Costa.

2004 – A criação da Área Metropolitana do Algarve foi aprovada pelos 16 municípios da região.

2006 – Morreu Fernando Tavares Rodrigues, aos 51 anos. Foi escritor, sociólogo e jornalista, o autor de “O Amor (im)possível” e “XXI Sonetos de Amor”.

2007 – Morreu Manuel Galrinho Bento, aos 58 anos. Foi guiarda-redes do Benfica e da Seleção Nacional, várias vezes campeão nacional e fez parte da equipa das quinas que conquistou o terceiro lugar no Europeu de 1984, disputado em França.

– O investigador Rui Manuel Ferreira Henrique foi distinguido com o prémio Bluepharma da Universidade de Coimbra, a propósito de um estudo sobre o cancro do pâncreas.

– O poeta ficcionista, ensaísta e tradutor Vasco da Graça Moura, recebeu o Prémio Vergílio Ferreira, da Universidade de Évora.

2008 – O escritor Mário Cláudio recebeu o prémio Vergilio Ferreira, da Universidade de Évora.

– Susana Feitor e João Vieira, ambos do Rio Maior, sagraram-se campeões nacionais de marcha, de 20quilómetros femininos e 50 masculinos, nos campeonatos de Portugal da disciplina, que se realizaram na Mealhada.

2013 – O Conselho Directivo do Instituto de Emprego e Formação Profissional anulou as classificações das entrevistas realizadas na Guarda a professores do grupo de recrutamento 200 (Português e Estudos Sociais/História) depois de denúncias dando conta de que uma das candidatas poderia ter sido favorecida por ser casada com um dos responsáveis do centro de emprego local

2015 – Morreu Amadeu Ferreira, aos 64 anos. Poeta e jurista, foi considerado um dos maiores escritores e instigadores do mirandês, a segunda língua oficial em Portugal.

2016 – Conforme o que houvera sido prometido, João Soares, à altura ministro da Cultura, demitiu  o presidente do Centro Cultural de Belém, António Lamas, e nomeou o historiador Elísio Summavielle para o substituir.

2017 – Dois elementos da PSP de Setúbal, suspeitos de sequestro a agressão física a um jovem de 18 anos, foram suspensos depois de terem sido ouvidos.

……………………..

Este é o sexagésimo dia do ano. Faltam 305 dias para o termo de 2017.

Pensamento do dia: “A víscera revolucionária era o coração, agora começa a ser o estômago”. Manuel Laranjeira (1877-1912), médico e escritor português.

Marcado como