Cruzeiro

De Odivelas para o Mundo

Current track

Title

Artist

Current show

Current show


A PERPLEXIDADE DA COVID-19

Written by on Maio 11, 2020

 

OPINIÃO

Por Augusto Costa

A Perplexidade da COVID-19

 

A perplexidade cresce à medida que se investiga esta nova doença (COVID19) com dados estatísticos cada vez mais fidedignos.

1. Sabemos hoje – pelos primeiros testes sorológicos efectuados em alguns países (inclusive em Portugal – em Loulé) que o número de infectados sem o saber (que nunca desenvolveram sintomas) aparenta ser mais de 10 vezes superior face àqueles que testaram positivo para o COVID19. Quer isto dizer que se as amostras foram bem aferidas para a população (como fazem as agências de sondagens políticas) em Portugal teremos mais de 300 mil pessoas que já foram infectadas, das quais só 27 mil o sabem; nos EUA mais de 15 milhões (das quais só 1,3 milhões os souberam até hoje), em Espanha cerca de 3 milhões… e por aí fora! Deste modo o cálculo da taxa de mortalidade para a doença está completamente enviesado pois só considera os mortos pela doença comparando com aquelas pessoas que testaram positivo – que souberam que a tiveram!

2. Analisando a mortalidade global (todas as causas), em Portugal em 2018 (últimos dados disponíveis do INE), morreram cerca de 113 mil pessoas nesse ano (o que dá uma média de 310 por dia) distribuídas pelos seguintes escalões etários e a que correspondem as taxas de mortalidade por escalão etário constantes do quadro abaixo:

Taxa = Taxa de mortalidade = Número mortos no escalão etário/Número mortos total no ano

3. Segundo os dados da DGS, a doença Covid19 tinha morto até ontem em Portugal (desde o início de Março de 2020) um pouco mais de 1100 pessoas distribuídas do seguinte modo por escalão etário:

4. Para a Itália – o país mais afectado pela pandemia até há poucos dias, pois foi agora já ultrapassado pelo R. Unido – segundo os dados oficiais, a Covid19 matou até ontem cerca de 28 mil pessoas com a seguinte distribuição por escalão etário:

As distribuições estatísticas das taxas de mortalidade (geral e da COVID19) encaixam perfeitamente!

Quando ouvimos falar constantemente que esta pandemia mata especialmente os idosos…. É a pura verdade. Mas curiosamente as outras doenças também… como é natural …

Estamos portanto em presença de quê exactamente? Tudo isto é estanho e tem de ser explicado!

Têm a palavra os senhores da OMS e especialistas que eu tenho visto muito confusos e divididos com tudo isto!

A propósito, foi divulgado timidamente pelos media que em Portugal, entre Março/Abril terão morrido mais três a quatro mil pessoas do que é normal … eventualmente pessoas que não foram aos hospitais com medo de apanhar COVID. Estranha pandemia esta que pelo menos por cá, já matou mais pessoas devido ao medo dela (± 3000) do que devido a ela (1126).