Cruzeiro

De Odivelas para o Mundo

Faixa Atual

Título

Artista

Atual

Liqquid Grooves

14:00 15:00

Atual

Liqquid Grooves

14:00 15:00


PAÍS SEM COMBÓIOS

Escrito por em Junho 4, 2018

A paralização dos trabalhadores ferroviários da CP, Medway e TaKargo deixou hoje o país praticamente sem comboios. Os contratempos tiveram especial incidência nos serviços urbanos de Lisboa e Porto, mas afetaram também e muito o serviço regional, as ligações internacionais e o transporte de mercadorias.

Os trabalhadores protestam contra a possibilidade de circulação de combóios com um único agente, ou seja, apenas com o maquinista. Para os sindicatos a medida coloca em causa a segurança ferroviária  tanto dos trabalhadores, mas também dos utentes e mercadorias, mas extingue também, centenas de postos de trabalho. Há tarefas, como a assistência a passageiros acometidos por doença súbita, a ajuda no embarque a pessoas com mobilidade reduzida, a gestão de conflitos entre passageiros, que são desempenhadas pelos revisores e não poderão ser executadas em regime de agente único.

As alterações são propostas no Regulamento Geral de Segurança, que esteve em discussão nos últimos meses e deixa em aberto a possibilidade de os operadores decidirem se colocam um ou dois agentes nos comboios.

Arménio Carlos, líder da CGTP  esteve na estação do Rossio, onde em declarações à agência Lusa alertou que estão em causa postos de trabalho, mas também está em causa a segurança dos utentes. O secretário de Estado das Infraestruturas, Guilherme d’Oliveira Martins, disse que a greve não tem “justificação material”, porque os sindicatos estão contra a possibilidade de os comboios circularem apenas com um agente, algo que faz parte de um regulamento que tem quase 20 anos e que o Governo não alterou nem vai alterar.

 

Marcado como