Cruzeiro

De Odivelas para o Mundo

Current track

Title

Artist

Current show

Current show


EFEMÉRIDES: 2 DE SETEMBRO – DATA DA MORTE DE JOSÉ FONTANA, PIONEIRO DO SOCIALISMO EM PORTUGAL

Written by on Setembro 2, 2018

EFEMÉRIDES

2 de setembro

1666 – Um grande incêndio de Londres, devastou a cidade durante três dias, destruindo 13 mil edifícios entre eles a antiga catedral de São Paulo.

1876 – Morreu José Fontana. Foi um dos pioneiros do socialismo em Portugal.

1885 – Foi inaugurada a Penitenciária de Lisboa.

1939 – Portugal declarou neutralidade na II Guerra Mundial, um dia depois da invasão da Polónia.

1964 – Morreu de Francisco Craveiro Lopes, aos 72 anos. Foi o  13.º presidente da República, 3.º da ditadura do Estado Novo, o único que recusou a submissão a Oliveira Salazar, inviabilizando a sua reeleição, em 1958. Criticou a política colonial, com a eclosão da guerra em Angola.

1980 – Foi inaugurada no Funchal a 26.ª Assembleia Geral da NATO, com a presença de três centenas de delegados de 15 países.

1985 – Foi confirmada a descoberta do Titanic, a mais de 3,5 quilómetros de profundidade, ao largo da ilha canadiana de Newfoundland, pela missão franco-norte-americana, liderada por Robert Ballard.

– Foram instaladas em Lisboa e no Porto as primeiras máquinas Multibanco em Portugal.

1988 – Morreu o bombeiro Joaquim Ramos, elevando para dois o número de mortos do incêndio no Chiado, em Lisboa, no dia 25 de agosto.

1998 – A queda de um avião da Swissair na Nova Escócia, EUA, causou a morte de 229 pessoas.

2001 – Morreu Christian Barnard, aos 78 anos, médico sul-africano e primeiro cirurgião a efetuar um transplante de coração.

2006 – A Universidade do Porto apresentou o projeto de criação do primeiro banco público de esperma e óvulos em Portugal.

2009 – O historiador António José Telo conquistou o Prémio John Dos Passos 2009 para ensaio com a obra “História Contemporânea de Portugal – do 25 de Abril à Actualidade”.

– O Prémio de Literatura Casa da América Latina/Banif 2009 foi atribuído a Hélder Moura Pereira, pela tradução do romance “O Inútil da Família”, do chileno Jorge Edwards.-

– Morreu Maria Clara, uma das primeiras estrelas da rádio portuguesa, locutora, atriz e intérprete de êxitos como “Figueira da Foz”, “Marcha do Centenário” ou “Zé aperta o laço”. Era mãe do psicanalista Júlio Machado Vaz, e tinha 85 anos à data da sua morte.

2012 – Morreu Emmanuel Nunes, aos 71 anos. Foi o mais consagrado compositor contemporâneo português, galardoado com o Prémio Pessoa.

2014 – A organização Transparência Internacional arrancou com uma campanha em 11 países, entre os quais Portugal, para desmascarar políticos corruptos.

2015 – O Estado Islâmico executou 112 dos seus militantes, acusados de prepararem a rebelião.

2016 – Acendeu-se a luz vermelha nas contas do Partido Socialista. Uma dívida acumulada ao longo dos anos e que ascendia a 21,6 milhões de euros obrigou o partido a pedir ajuda aos dirigentes e militantes.

2017 – O Fisco promoveu a inspetores os 870 estagiários que estavam em formação desde 2015, e só agora acederam à carreira. Mas, ainda assim, o número de novos inspetores ficou abaixo do reforço de mil profissionais prometido à Troika.

================.

Este é o ducentésimo quadragésimo quinto dia do ano. Faltam 120 dias para o termo de 2018.

Pensamento do dia: “Fechem os olhos por um momento e imaginem a vida antes do clorofórmio”. C.S.Lewis (1898-1962), escritor e pedagogo inglês.

Tagged as