Cruzeiro

De Odivelas para o Mundo

Faixa Atual

Título

Artista

Atual

Ecos do Bairro

12:00 13:00

Atual

Ecos do Bairro

12:00 13:00


TOY NAS FESTAS DE ODIVELAS

Escrito por em Junho 30, 2019

Toy começou cedo a sua carreira artística. Apenas comom 5 anos  actuou numa festa organizada por uma colectividade setubalense a sua terra natal e aos 11 anos passou a integrar o grupo de teatro da sociedade musical Capricho Setubalense.

Emigrou para a Alemanha, onde viveu oito anos e viria a editar o seu primeiro trabalho. Em 1984 trouxe para Portugal uma gravação de dois temas que deram origem ao seu primeiro single, “Dias de Paz”. Seguiu-se outro single “Depois de Ti” e em 1998 usando já o nome de Toy nome que escolheu para a vida artística visto este ser o nome que todos os seus amigos e familiares lhe chamavam, lançou-se para um terceiro trabalho intitulado “Mulher Latina”. Depois, 1989 foi lançado o single “Mãe”, juntamente com uma cassete que incluía nove temas, editados posteriormente em LP. Oito meses depois saiu um novo LP com 10 temas, “Por Ti”.

Em simultâneo com várias participações em diversos programas televisivos e radiofónicos desenvolveu na editora a que estava ligado trabalhos de produção de vários artistas e trabalhos seus como autor e compositor.Foi o primeiro português a escrever e a cantar Lambada, do qual foram vendidas acima de um milhão de cópias.

Em 1990 participou com “Mais e Mais” no Festival da Canção da RTP, obtendo o 2º lugar e o prémio de interpretação. Um ano mais tarde foi editado um single de promoção, “E até quanto”,  e seguiram-se vários trabalhos discográficos com  bastante êxito, “Anjo Vingador”, “Quem é Quem é”, “Cabana Junto à Praia”, “Champanhe e Amor” tiveram lugar no Best of Toy. Logo a seguir viria o “Chama o António.

Em 1997 e já com edição da Espacial, estreou  “Aguenta-te com esta” e um ano depois, “Estupidamente apaixonado”. Daí para cá, gravou “Tu foste o Grande Amor”, participou na Direção Musical de várias telenovelas, lançou “Eternamente Teu” em 2002, “É só Sexo” em 2003 e “Sou Português” em 2004.

“Direto ao Coração” foi gravado ao vivo, no Coliseu de Lisboa em 2007 e em 2012 gravou, também ao vivo, “Enquanto estou vivo” no Fórum Luísa Tody, em Setúbal.

Dia 8 vai subir ao palco do Parque Urbano do Silvado, nas Festas da Cidade, para um concerto que será certamente memorável e onde revisitará muitos dos seus êxitos de uma longa carreira. Começa às 22 horas e a entrada é livre.