Cruzeiro

De Odivelas para o Mundo

Faixa Atual

Título

Artista


PRÉMIO BEATRIZ ÂNGELO FOI ENTREGUE ONTEM A MARIA ROSA GIL, ZÉLIA AMORIM E M.D.M.

Escrito por em Março 9, 2018

Foram ontem entregues, em cerimónia realizada no Auditório do Centro de Exposições de Odivelas, os Prémios Beatriz Ângelo, edição de 2018, a duas mulheres e a uma instituição, que foram reconhecidas pelo seu trabalho em prol da igualdade de género.

Maria Rosa Gil,  seccionista de patinagem do Ginásio Clube de Odivelas é conhecida e reconhecida pelo seu trabalho em prol da modalidade. É detentora de diversas distinções, quer pelo Ginásio Clube de Odivelas, quer pelo Sporting Clube de Portugal quer ainda pela Associação de Patinagem de Lisboa que, dessa forma assinalaram os anos de dedicação à modalidade. Maria Rosa Gil, conta a bonita idade de 90 anos e mostrava-se feliz à reportagem da RÁDIO CRUZEIRO, depois de ter recebido o Prémio Beatriz Ângelo 2018.

Zélia Amorim, socióloga, autarca de referência e defensora de grandes causas, também viu o seu trabalho em prol da igualdade de género ser reconhecido com a atribuição do Prémio Beatriz Ângelo 2018. Conhecedora dos contornos da discriminação, continua a fazer com que se ouçam as vozes das minorias, e é presentemente e em regime de voluntariado a Vice-presidente no Secretariado Diocesano de Lisboa da Pastoral dos Ciganos.Para Zélia Amorim a igualdade de género é ainda uma miragem, apesar do muito que já foi feito nesta área

O Movimento Democrático de Mulheres é um movimento de mulheres progressistas, democratas, antifascistas e revolucionárias, que assinalou, precisamente ontem o seu 50º aniversário.  Uma associação sem fins lucrativos, que luta pela defesa dos direitos das mulheres e que vê, agora, também em Odivelas, concelho com o qual mantém uma forte ligação, o seu trabalho reconhecido com a atribuição do Prémio Beatriz Ângelo 2018. A reportagem da RÁDIO CRUZEIRO, Ana Soito, que representou o M.D.M. confirmou a importância do momento.

O Prémio Municipal Beatriz Ângelo, foi lançado pelo Município de Odivelas durante o mandato da ex- presidente Susana Amador e destina-se a reconhecer o mérito de mulheres que,de modo individual ou coletivo se têm destacado na defesa da igualdade de género.