Cruzeiro

De Odivelas para o Mundo

Current track

Title

Artist

Current show

Liqquid Grooves

14:00 15:00

Current show

Liqquid Grooves

14:00 15:00


PETIÇÃO COM 4.500 ASSINATURAS RECLAMA OBRAS IMEDIATAS NA ESCOLA DA PORTELA

Written by on Maio 1, 2018

A petição “Pela realização urgente de obras estruturais no Agrupamento de Escolas da Portela e Moscavide”, lançada por pais, mães, antigos alunos, encarregados de educação, professores e outras personalidades da freguesia de Moscavide e Portela, para que seja debatida, na Assembleia da República, a necessidade urgente de obras de requalificação profunda das escolas EB 2,3 Gaspar Correia e Secundária da Portela, reuniu mais de 4.500 assinaturas e vai ser entregue esta quinta feira  no Parlamento.

No ato da entrega, que está previsto para o início da tarde, estarão presentes os primeiros peticionários, a direção do Agrupamento de Escolas de Moscavide e Portela, representantes da Associação de Estudantes da Escola Secundária do Arco-Íris (Portela) e da Associação de Pais de ambas as escolas.

A Petição vai ser recebida pelo presidente da Comissão de Educação e Ciência, o deputado Alexandre Quintanilha. Seguidamente, será agendada a discussão da Petição em Plenário da Assembleia da República, o que deverá acontecer dentro das semanas seguintes.

A Petição surgiu uma semana depois de ter vindo a público o avançado estado de degradação de ambas as escolas, frequentadas por mais de 1.900 alunos, do 5º ao 12º ano. A 20 de março, mais de 800 alunos, pais e professores manifestaram-se em frente àqueles estabelecimentos escolares para exigir condições mínimas de segurança e conforto para o ensino e aprendizagem nas escolas.

A Escola Básica 2,3 Gaspar Correia apresenta um conjunto muito grande de deficiências a carecerem de urgente resolução. De destacar, pela sua perigosidade, o revestimento da cobertura dos pavilhões e das passagens cobertas entre estes ser em fibrocimento, contendo amianto, e o mesmo se encontrar degradado. Foram igualmente assinaladas deficiências nos dispositivos de drenagem das águas pluviais, muito degradados, e, por isso, a provocarem infiltrações nos edifícios, incluindo no pavilhão desportivo.

A Escola Secundária da Portela (Arco-Íris) apresenta igualmente fibrocimento degradado no revestimento da cobertura dos pavilhões e nas passagens entre pavilhões. O pavimento e as escadas apresentam zonas com desníveis e em mau estado de conservação. Os fios elétricos encontram-se desprotegidos e os bebedouros estão avariados. Não existe sistema de aquecimento nas salas de aula nem plano de higienização do edifício escolar e o pavilhão gimnodesportivo apresenta um conjunto de deficiências graves que necessitam de ser supridas em virtude de ter infiltrações de água das chuvas com a consequente degradação do edificado e, no interior, dos pisos e equipamentos.