Cruzeiro

De Odivelas para o Mundo

Faixa Atual

Título

Artista

Atual

Atual


PAN PESSOAS ANIMAIS E NATUREZA APOIA MARCHAS LGBTI

Escrito por em Junho 27, 2019

 O partido PAN – Pessoas-Animais-Natureza – volta a apoiar  as marchas de ação de celebração da igualdade e de reivindicação do direito das pessoas lésbicas, gays, bissexuais, trans e intersexo (LGBTI).

 O deputado à Assembleia da República, André Silva, e a deputada municipal do PAN em Lisboa, Inês Sousa Real, anunciaram que vão juntar-se à 20ª Marcha do Orgulho LGBTI+ de Lisboa que, está prevista ocorrer no próximo sábado, dia 29 de junho, pelas 17h00 e descer o Príncipe Real até junto ao rio, na Ribeira das Naus.

 No Porto dia 6 de julho a Deputada Municipal do PAN, Bebiana Cunha, estará presenta na 14ª Marcha do Orgulho LGBT+, prevista ocorrer às  15h00 na Praça da República.

 Este ano as celebrações e manifestações prolongam-se até outubro, para assinalar o evento que se considera ter dado origem a este movimento ativista há 50 anos, a 28 de junho de 1969, com a Revolta de Stonewall nos EUA.

  A Rebelião de Stonewall foi uma série de manifestações violentas e espontâneas de membros da comunidade LGBT contra uma invasão da polícia de Nova York que aconteceu nas primeiras horas da manhã de 28 de junho de 1969, no bar Stonewall Inn, localizado no bairro de Greenwich Village, em Manhattan, em Nova York, nos EUA.

Naquele tempo, não ser heterossexual era crime nos Estados Unidos. Um regulamento da cidade Nova York, permitia prender quem circulasse na rua vestido com menos de três peças de roupa “apropriadas ao seu género”. A State Liquor Authority (SLA), a autoridade que controla a venda de bebidas alcoólicas, também proibia a venda de álcool para estabelecimentos considerados gays.

No dia 28 de junho a polícia entrou no bar Stonewall Inn , ameaçou prender os empregados por venderem bebidas ilegais e prendeu vários clientes por vestirem menos de três roupas “apropriadas ao seu género”.

Clientes e público do lado de fora do bar, reagiram violentamente entrando em confrontos com a policia.  As tensões entre a polícia de Nova York e os residentes homossexuais de Greenwich Village aumentaram e irromperam mais protestos nos dias seguintes. Os moradores do bairro, rapidamente organizaram grupos de ativistas para concentrar esforços no estabelecimento de lugares que gays e lésbicas pudessem frequentar sem medo de serem presos.

O bar Stonewall Inn, funciona até hoje no mesmo lugar e foi classificado património nacional. Além dos shows de drag queens, música pop e aparições ocasionais de estrelas como Madonna e Taylor Swift, quem entra no estabelecimento encontra a mesma atmosfera diversificada da década de 60.