Cruzeiro

De Odivelas para o Mundo

Faixa Atual

Título

Artista

Atual

Ecos do Bairro

12:00 13:00

Atual

Ecos do Bairro

12:00 13:00


PAN Contra Regresso das Touradas ao Campo Pequeno

Escrito por em Julho 18, 2022

 

 Porta-voz do PAN em ação de protesto contra regresso das touradas ao Campo Pequeno

Lisboa, Julho 2022 – A porta-voz e deputada do Pessoas-Animais-Natureza (PAN), Inês de Sousa Real, participa no próximo dia 21 de julho a partir das 19h30 numa ação de protesto pacífica contra o regresso das touradas ao Campo Pequeno, em Lisboa.

O PAN ainda nesta semana dará entrada na Assembleia da República de duas novas iniciativas em que defende, por um lado, a reconversão do Campo Pequeno para usufruto unicamente cultural e, consequentemente, o fim da realização de touradas naquele espaço, à semelhança do que aconteceu em municípios como Viana do Castelo ou Albufeira. Adicionalmente, o PAN irá apresentar um projeto de lei que pretende pôr termo, a partir de 1 de janeiro de 2023, à isenção de IMI de que beneficia o Campo Pequeno – a qual representa uma perda de receita anual de 12 milhões de euros para o erário público -, assim de como outras praças de touros do país – sob gestão pública ou concessionada. Não obstante tratar-se de património público imobiliário, a isenção de IMI deverá servir para financiar atividades que servem o interesse público e não fins privados que promovem a crueldade animal e valores desajustados à evolução da sociedade.

Segundo a sondagem da Universidade Católica, para a Plataforma Basta de Tourada, 69% dos lisboetas são contra a promoção de touradas pela Casa Pia na Praça de Touros do Campo Pequeno e 89% da população nunca assistiu a uma corrida de touros naquele espaço. “É, por isso, tempo de trazer a Praça de Touros da capital do país para a modernidade, reconvertendo aquele espaço, e permitir que todas as pessoas, sem exceção, possam fruir do mesmo, promovendo atividades que não firam a sensibilidade dos lisboetas e que acompanhem os valores humanitários do século XXI, que não são indiferentes ao maltrato animal”, vinca Inês de Sousa Real.

 


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *