Cruzeiro

De Odivelas para o Mundo

Faixa Atual

Título

Artista

Atual

Cruzeiro da Noite

00:00 08:00

Atual

Cruzeiro da Noite

00:00 08:00


O traumatismo (U)craniano da Europa

Escrito por em Fevereiro 24, 2022

 

OPINIÃO

Por Augusto Costa

 

E está consumado.

Começou a “libertação da Ucrânia” pelos exércitos Russos!

O problema é que Putin não é um louco e a questão não é tão simples como aparenta, mau grado a Bestialidade Humana que está novamente à solta na Europa, quase 83 anos após a invasão da Polónia pela Alemanha Nazi (1.09.1939) e no 100º aniversário da formação da URSS (1922).

Junto alguns elementos geográfico estatísticos para melhor compreensão do conflito Russo -Ucraniano que não é fácil de compreender, mas que configura uma agressão de um Estado membro da ONU por outro estado membro na Europa.

Região em causa e respectivas províncias (Donetsk e Luhansk). Visível também a Crimeia – sob domínio Russo desde 2014.

 

Zonas/regiões que “aparentemente” motivaram o conflito:

 

 

Nota: Curiosamente as três regiões têm sensivelmente a mesma área (os números estão arredondados ao milhar) mas só na Crimeia existe predominância étnica dos Russos que controlam a região desde 2014.

Mapa da Ucrânia

regiões de maioria étnica Russa a vermelho

Regiões de maioria étnica Ucraniana a azul

Terá sido em 2010/14 que tudo começou?

Não ouvi referências a isto – às eleições presidenciais de 2010.

Resultados das eleições presidenciais de 2010

 

  1. Yanukokvitch (pró-russo e anti U.E.) ganhou umas eleições consideradas livres por todos os analistas em 2010 – 49% a 45%, contra Yulia Timochenko!

Foi deposto por uma “revolução popular” e fugiu para a Rússia em 2014.

(2010) – Azul maioria de Tymoshenko; Vermelho – maioria de Yanukovitch

 

O que é certo é que o actual presidente Ucraniano V. Zelensky ganhou as eleições presidenciais de 2019 com 73% dos votos.

Comparativos Rússia / Ucrânia

 

Nota: os dados sobre a Ucrânia não incluem a Crimeia mas incluem a região do Donbass

Algumas datas importantes da História Russa e Ucraniana.

Curiosamente Putin “enganou-se” historicamente – Não foi a Rússia que deu origem à Ucrânia mas ao contrário.

O povo Russ (Ruivos?) terá tido origem nas expedições Vikings e na mistura destes com as tribos Eslavas que habitavam na zona do Volga: O primeiro Estado tinha a capital em Kiev.

Junto o que a wikipedia inglesa refere sobre o assunto e algumas datas importantes da História desses povos…

“O consenso académico sustenta que eram originalmente um povo nórdico, originários principalmente da Suécia atual, estabeleceram-se ao longo das rotas fluviais entre o Báltico e o Mare Negro, por volta dos séculos XVIII a XII. Formaram um estado conhecido na historiografia moderna como Kievan Rus’, que era inicialmente uma sociedade multiétnica onde os nórdicos no poder se fundiram e assimilaram com tribos eslavas, bálticas e finlandesas, terminando com o velho oriente eslavo como língua comum. A elite de Kievan Rus ainda estava familiarizada com o nórdico antigo até à sua assimilação pela segunda metade do século XI e nas áreas rurais vestígios da cultura nórdica permaneceram até aos séculos XIV e XV “.

  • “Kievan Rus”foi uma federação informal dos povos eslavos, bálticos e finlandeses da Europa Oriental e do Norte da Europa, entre os finais do século IX e meados do século XIII, sob o reinado da dinastia Rurik, fundada pelo príncipe varangiano Rurik. As nações modernas da Bielorrússia, da Rússia e da Ucrânia reivindicam todos Kievan Rus como seus antepassados culturais, com a Bielorrússia e a Rússia a adotarem o seu nome.
  • A dinastia Rurik, continuaria a governar partes de Rus até ao século XVI com o Czarismo da Rússia. Em meados do século XI, estendeu-se desde o Mar Branco, a norte, até ao Mar Negro, a sul, e desde as cabeceiras da Vístula, a oeste, até à Península tamanina a leste, unindo a maioria das tribos eslavas orientais.”

Com a capital estabelecida em Novgorod de 879 a 882 e Kiev de 882 a 1240.

Depois aconteceu o seguinte:

  • Invasão Mongol e vassalagem (1223–1480)

“O Império Mongol invadiu e conquistou Kievan Rus no século XIII, destruindo inúmeras cidades, incluindo Ryazan, Kolomna, Moscovo, Vladimir e Kiev, com as únicas grandes cidades a escapar à destruição sendo Novgorod e Pskov.

  • O Grão ducado de Moscovo – (1283–1547)

“O Grão-Ducado de Moscovo, Moscovo, Muscovite Russia, Muscovite Rus’, ou Grande Principado de Moscovo, foi um principado Rus do final da Idade Média centrado em Moscovo, e o estado antecessor do Tsardom da Rússia no início do período moderno. Foi governado pela dinastia Rurik, que governava Rus desde a fundação de Novgorod em 862. Ivan III, o Grande, intitundo-se como Soberano e Grão-Duque de Todos os Russ(государа и великий кннн всее Руси)’.

O Estado teve origem com o governo de Alexander Nevsky da dinastia Rurik, quando em 1263 o seu filho Daniel I foi nomeado para governar o recém-criado Grande Principado de Moscovo, que era um estado vassalo do Império Mongol (sob o “Jugo Tártaro”), e que ia eclipsar e eventualmente absorver o seu ducado-pai de Vladimir-Suz até 1320.

Mais tarde anexou a República novósida em 1478 e conquistou o Grão-Ducado de Tver em 1485, e acabou por permanecer vassalo estado da Horda Dourada até 1480, embora houvessem revoltas frequentes e campanhas militares bem sucedidas contra os mongóis, como a guerra de Dmitri Donskoi em 1380.

  • Ivan III, O Grande (1462-1505).
  • Os Czares – (“Césares” na nova Roma) – (1547-1721)

“O Czar da Rússia ou Tsardom de Rus, também referenciado externamente como o Czar da Muscovy, foi o Estado russo centralizado desde a assunção do título de czar por Ivan IV em 1547 até à fundação do Império Russo por Pedro I em 1721.

Jonas foi o grande príncipe de Moscovo de 1533 a 1547 e o primeiro governante de Moscovo que se declarou czar de toda a Rússia de 1547 a 1584.”

– Ivan IV, O terrível (1547-1584)

  • O Império Russo (1721-1917)

“O Império Russo, vulgarmente conhecido como Rússia Imperial, foi um império histórico que se estendeu por toda a Eurásia a partir de 1721, sucedendo ao Czarismo da Rússia na sequência do Tratado de Nystad que pôs fim à Grande Guerra do Norte. O Império durou até que a República foi proclamada pelo Governo Provisório que tomou o poder após a Revolução de Fevereiro de 1917.

Foi o terceiro maior império da história, a certa altura, estendeu-se por três continentes – Europa, Ásia e América do Norte – o Império Russo foi ultrapassado apenas pelos impérios britânico e mongol. A ascensão do Império Russo coincidiu com o declínio das potências rivais vizinhas: o Império Sueco, a Áustria Hungria, a Pérsia, o Império Otomano e a China Qing.

Dos séculos XIA ao XVII, o território foi governado por uma classe nobre, os boyars, com o czar como chefe, que mais tarde se tornou imperador. O czar Ivan III (1462-1505) lançou as bases para o império que mais tarde emergiu. Triplicou o território do seu estado, pôs fim ao domínio da Horda Dourada, renovou o Kremlin de Moscovo e lançou as fundações do Estado russo.”

Imperadores:

  • O primeiro de 1721–1725 Pedro I
  • O último de 1894–1917 Nicolau II

O resto já todos sabemos …

  • A Revolução Russa e a Guerra Civil (1917-1922)
  • A URSS (1922 -1991)
  • A implosão da URSS em Estados independentes (CEI – 1991), um dos quais é a Federação Russa (1991) – que agora tenta reconstituir o Império perdido!

 

Marcado como

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *