Cruzeiro

De Odivelas para o Mundo

Faixa Atual

Título

Artista

Atual

Ecos do Bairro

19:00 20:00

Atual

Ecos do Bairro

19:00 20:00


MORREU O ATOR ROGÉRIO SAMORA

Escrito por em Dezembro 15, 2021

ROGÉRIO SAMORA FALECEU NO HOSPITAL AMADORA SINTRA

Amadora 15 Dezembro 2021 – A SIC acaba de anunciar que morreu Rogério Samora. O ator tinha regressado esta semana ao Hospital Amadora-Sintra, de acordo com o gabinete de comunicação do hospital, Samora encontrava-se “internado em Enfermaria e o seu prognóstico era reservado”, não foi revelado o motivo por que estava desde Setembro numa unidade da rede de cuidados continuados.

O primo do artista, o chef Carlos Samora, tinha revelado ao jornal PÚBLICO que “o Rogério Samora teve um pico de febre persistente​” e que, por esse motivo, “foi de urgência para o Hospital de Torres Vedras e daí transferido para o Amadora-Sintra​ onde se encontrava em observação”.

José Rogério dos Anjos Filipe da Conceição Samora, nasceu na Amadora, em 28 de Outubro de 1959, com 40 anos de carreira foi um ator português reconhecido pelos seus trabalhos no teatro e na televisão, colaborou com realizadores como Manoel de Oliveira, João Botelho, António-Pedro Vasconcelos, Maria de Medeiros, José Fonseca e Costa ou Raúl Ruiz.

Ganhou um prémio nacional na gala dos Globos de Ouro.

Frequentou o curso de Teatro, na Escola Superior de Teatro e Cinema, teve a sua estreia profissional na Casa da Comédia, na peça A Paixão Segundo Pier Paolo Pasolini, de René Kalisky, dirigido por Filipe La Féria.

Além do teatro, participou em quase meia centena de longas-metragens no cinema, participando em filmes de realizadores como Manoel de Oliveira, José Álvaro Morais, João Mário Grilo, João Botelho, Manuel Mozos, António-Pedro Vasconcelos, Maria de Medeiros, Luís Filipe Rocha, Margarida Cardoso, José Fonseca e Costa e Raúl Ruiz.

Entre as suas interpretações mais destacadas, constam 98 Octanas (2006) de Fernando Lopes, realizador que também o dirigiu em O Delfim, valendo-lhe uma nomeação para Melhor Ator nos Globos de Ouro, de 2003, e em Lá Fora.

Foi também escolhido para dobragens de cinema de animação, como por exemplo, na dobragem para a versão portuguesa do filme O Rei Leão, dando voz quer nos diálogos, quer nas canções à personagem de Scar.

Ator regular na televisão, integrou o elenco de diversas produções, entre séries, novelas, telefilmes ou teatro de autores como Alan Ayckbourn, Somerset Maugham, Friedrich Dürrenmatt ou Shelagh Delaney. Mais recentemente figura em produções da ficção na SIC.

No dia 20 de Julho de 2021, teve uma paragem cardiorrespiratória, no decorrer das gravações da novela Amor Amor, da SIC, e foi transportado para o Hospital Amadora Sintra, onde esteve internado na unidade de cuidados intensivos durante mais de 2 dois meses. A 28 de Setembro de 2021, foi transferido da unidade de cuidados intensivos do Hospital Amadora Sintra para a unidade de cuidados continuados integrados da Associação de Socorros da Freguesia da Encarnação, no município de Mafra, mantendo-se com prognóstico muito reservado e em coma vegetativo

Marcado como

Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *