Cruzeiro

De Odivelas para o Mundo

Faixa Atual

Título

Artista

Atual

Atual


MORREU MARIA GUINOT

Escrito por em Novembro 3, 2018

A notícia caiu na redação da RÁDIO CRUZEIRO com estrondo. Faltava um minuto para as dezasseis horas quando foi conhecida a morte da compositora e pianista Maria Guinot, aos 73 anos.

Maria Guinot, nasceu em Lisboa e iniciou a carreira no final da década de 1960. As primeiras gravações, “Criança Loura”, “A Canção Que Eu Canto”, “La Mère Sans Enfant” e “Toi, Mon Ami”, revelaram-na como autora de baladas. Apesar de muito ouvida na rádio, ficou afastada dos palcos durante vários anos.

Em 1981, concorreu ao Festival RTP da Canção com o tema “Um Adeus, Um Recomeço”. Ficou na terceira posição e voltou a insistir três anos depois com “Silêncio e Tanta Gente”. Em solidariedade com os músicos que na altura estavam em greve, recusou o playback instrumental adotado nessa edição, e acompanhou-se a si mesma ao piano. Venceu e representou Portugal no Festival da Eurovisão, tendo ficado em 11º lugar, um dos melhores resultados de Portugal à época.

É da sua autoria a canção “Homenagem às mães da Praça de Maio” composta em 1986, para assinalar os 10 anos do início da concentração das mulheres que, em Buenos Aires, exigiam conhecer o paradeiro dos filhos desaparecidos durante a ditadura militar argentina.

“Tudo Passa” de 2004 foi o seu último disco editado. Os três AVCs que sofreu em 2010 impediram-na im de tocar piano. Recebeu a Medalha de Honra da Sociedade Portuguesa de Autores no ano seguinte.

O velório realiza-se esta noite, na Igreja da Parede  e as cerimónias fúnebres estão marcadas para as 10:45 de segunda-feira, seguindo depois o funeral para o cemitério de Barcarena, onde a compositora será cremada.