Cruzeiro

De Odivelas para o Mundo

Current track

Title

Artist

Current show

Current show


JOSEPH BIDEN ELEITO 46º PRESIDENTE DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

Written by on Novembro 7, 2020

Joseph Robinette Biden Jr e Kamala Devi Harris, conquistaram até ao momento 290 delegados para o colégio eleitoral, contra do 217  dos seus oponentes, Donald Trump e . Ao arrecadarem a maioria dos votos do colégio eleitoral são os vencedores das eleições presidenciais e serão respetivamente o Presidente e Vice-Presidente dos Estados da América nos próximos 4 anos. Mas, quem são Joe Biden e Kamila Harris?

Quem é Joe Biden?

« I’m running as a proud Democrat, but I will govern as an American president. I will work with Democrats and Republicans and I will work as hard for those who don’t support me as for those who do. That’s the job of a President. It’s a duty of care for everyone ».

JOE BIDEN, DECLARAÇÕES PROFERIDAS EM GETTYSBURG, PA

 

Presidente eleito Joe Robinette Biden Jr.

Com a vitória eleitoral onde arrecadou a maioria dos delegados ao colégio eleitoral, Joseph Robinette Biden Jr., será o novo presidente dos Estados Unidos e o segundo de fé católica na história dos EUA. Legitimado pelo voto popular com mais de 74 milhões de votos,  naquela que foi a eleição mais disputada e participada dos EUA coloca o Partido  Democrata de novo na Casa Branca.

No entanto, o seu trabalho e a sua vida são pouco conhecidos do grande público. Quem é o homem que vai assumir a presidência da maior potência do planeta?

 

Superação de tragédias familiares

Joseph Robinette Biden Jr., filiado no Partido Democrata, filho de uma família irlandesa católica, nasceu em Scranton, na Pensilvânia a 20 de Novembro de 1942. Viveu nessa cidade até os 10 anos, quando o seu pai, vendedor de automóveis, perdeu o emprego.

A família mudou-se então para Delaware, Estado que viria a ser mais tarde o seu domínio político. Biden Licenciou-se na Universidade de Delaware e na Faculdade de Direito da Universidade de Siracusa e sempre teve orgulho de não ter sido membro da Ivy League o nome por que é conhecido o conjunto das oito universidades mais famosas dos EUA.

Em 1972, Joe Biden, enfrentou uma grave situação familiar. A esposa, Nellia, e uma filha de um ano, Naomi, morreram num acidente de automóvel quando estavam a caminho de um shopping para fazerem as compras do Natal. Criou sozinho os seus dois filhos, Hunter e Beau, que também tinham ficado feridos e sobreviveram ao acidente.

O filho Beau, seguiu as pisadas do pai na carreira política, foi procurador-geral em Delaware. Mas, em 2015, foi vítima de um cancro no cérebro e acabou por falecer aos 46 anos de idade. Foi mais um duro golpe na vida pessoal de Biden, o que fez com que desistisse das eleições presidenciais de 2016, abrindo assim espaço para a candidata Hillary Clinton, que acabou derrotada por Donald Trump.

Em 1977, Biden, casou-se novamente, desta feita com Jill Jacobs. Tiveram Ashley, em 1981. Jill terminou dois mestrados enquanto cuidava da sua família e continua até hoje com Joe.

Carreia política

Biden começou cedo a sua carreia política a nível nacional. Foi eleito Senador por Delaware, em 1972, com apenas 29 anos. Como um dos mais jovens senadores de todos os tempos permaneceu no cargo por mais de 30 anos até ser eleito vice-presidente. Foi o 47º vice-presidente dos Estados Unidos de 2009 a 2017. Entre 1973 e 2009, exerceu seis mandatos consecutivos como senador pelo Delaware, período em que presidiu importantes comites do Senado.

Vice-Presidente eleita Kamala Devi Harris

 

Quem é Kamala Harris?

Kamala Devi Harris é uma advogada, filiada ao Partido Democrata, Senadora dos Estados Unidos, pela Califórnia, desde 3 de Janeiro de 2017 e a candidata à vice-presidência dos Estados Unidos nesta eleição de 2020.

Filha de Donald Harris, Shyamala Gopalan Harris, nasceu em Oakland na Califórnia a 20 de outubro de 1964, tem 56 anos e é casada desde 2014, com Douglas Emhoff

Licenciada pelo UC Hastings College of the Law em 1989, e pela Universidade Howard em 1986, terminou o ensino secundário na Westmount High School em 1981.

Filha de mãe indiana e pai jamaicano, Kamala foi a primeira negra a ocupar o cargo de Promotor Público na história do Estado da Califórnia. Em 2010, voltou a fazer história quando se tornou a primeira mulher a ser eleita para a Procuradoria-Geral da Califórnia.

Em 2016, foi eleita para o Senado norte americano, tornando-se a primeira mulher com ascendência asiática e a segunda negra Senadora em 240 anos da história da democracia americana.

Em 2019, disputou as primárias do partido democrata com a intenção de ser a candidata do partido para as eleições presidenciais de 2020. Depois de um começo de campanha forte acabou por desistir da candidatura em Dezembro do mesmo ano.

Mas, no ano seguinte, em Agosto de 2020, Kamala foi escolhida de entre um grupo de 12 mulheres para concorrer como vice do candidato a Presidente Joe Biden.

Kamala vem de uma família mista, algo que não era muito comum nos Estados Unidos na década de 1960.

A mãe, Shyamala Gopalan, a primeira de quatro irmãos de uma família do sul da Índia, era apaixonada por ciência, apoiada pelos seus pais mudou-se para a Califórnia aos 19 anos. Doutorou-se em Nutrição e Endocrinologia na Universidade de Berkeley e dedicou-se a investigar o cancro da mama.

O seu pai, Donald Harris, nasceu na Jamaica em 1938. Emigrou para os Estados Unidos para estudar Economia, também em Berkeley. Depois de Licenciado passou a lecionar. Atualmente, é Professor Emérito na reconhecida Universidade de Stanford.

O casal, conheceu-se nas manifestações contra a Guerra do Vietname e defesa dos direitos humanos. Tiveram duas filhas: Kamala, que, em sânscrito significa “flor de lótus” e Maya.

O espírito ativista das irmãs Harris começou a manifestar-se cedo. Quando Kamala, tinha 10 anos e Maya, 8, abraçaram com sucesso uma campanha para transformar um pátio abandonado no seu condomínio numa área de recreio e lazer.

Licenciada em Ciência Política e Economia, em 1986, Kamala foi para São Francisco para estudar Direito na Universidade da Califórnia, terminou a Licenciatura em 1989. No ano seguinte foi admitida na Ordem dos Advogados da Califórnia.

Muitas vezes a primeira

A partir de 1990, Kamala passou a trabalhar na Procuradoria Geral do Estado da Califórnia.

Mais tarde, trabalhou com o progressista Terence Hallinan, no Ministério Público de São Francisco.  Em 2003, Kamala, candidatou-se para o cargo de Promotora Pública de São Francisco e venceu o seu ex-chefe Hallinan, tornando-se a primeira promotora distrital negra da história da Califórnia.

No cargo, enfrentou as críticas da opinião pública e dos aliados políticos por não pedir a pena de morte para um réu acusado de assassinar um policia. O réu foi declarado culpado e atualmente cumpre prisão perpétua.

Como procuradora, Kamala iniciou um programa que usou educação e a reinserção no mercado de trabalho como uma política pública para reduzir a reincidência em crimes menores e criou uma Unidade de Crimes de Ódio que, investiga delitos cometidos contra crianças e adolescentes da comunidade LGBTQIA+.

Em 2010, Kamala candidatou-se ao cargo de Procuradora-Geral da Califórnia e foi a primeira mulher negra a ocupá-lo. Em 2014, foi reeleita para essa posição.

Senadora

Quando a democrata Barbara Boxer, Senadora pela Califórnia, anunciou a intenção de terminar a sua carreira política, Kamala foi a primeira a declarar o interesse de ocupar o lugar. Contou com o apoio de figuras proeminentes do partido, como o então presidente americano Barack Obama.

Kamala, conquistou o cargo nas eleições de 2016, tornando-se a primeira Senadora de origem asiática e a segunda mulher afro-americana a integrar o Senado americano.

Das 15 personalidades indicadas para compor o Governo proposto por Trump, Kamala votou contra a confirmação de 12, assinalando o conflito de interesses e a falta de experiência dos candidatos.

Também votou contra os dois nomes indicados por Trump para o Supremo Tribunal, granjeando a fama de ser extremamente dura e eficaz nos inquéritos, lembrando os seus tempos de procuradora.

Kamala, também se opôs ativamente em 2018, às restrições em políticas de imigração do governo Trump. Foi uma das senadoras a pedir que o governo americano interrompesse a política de separação de famílias e crianças na fronteira.

Opôs-se ainda à tentativa do Partido Republicano de revogar parte do Affordable Care Act, também conhecido como Obamacare, que estendeu o acesso de milhões de americanos a serviços de saúde.

Em janeiro de 2019, anunciou oficialmente que concorreria às eleições. Durante as 24 horas seguintes ao anuncio superou o recorde da maior quantia de contribuições arrecadada para uma campanha presidencial num único dia. Mas, em Dezembro de 2019, desistiu da corrida presidencial.

Vice-Presidente de Biden

Com uma plataforma eleitoral progressista, baseada na prevenção da violência atravez do controle das armas de fogo, redução de impostos para classe média, aumento do salário mínimo para 15 dólares por hora, combate ao aquecimento global e manutenção e expansão de um sistema de saúde universal, Kamala Harris, chamou à atenção dos democratas durante sua pré-campanha.

Num dos debates nas primárias, desferiu o ataque mais duro a Joe Biden. Mas, depois de sair oficialmente da disputa, endossou a candidatura do ex-vice-presidente.

Desde Março, quando, Joe Biden, anunciou que escolheria uma mulher como vice-presidente, Kamala Harris, fez parte de uma lista de 11 mulheres e acabou por ser a escolhida por Biden.

Ao ser eleita, Kamala, mais uma vez fará História ao ser a primeira mulher a assumir o cargo de Vice-Presidente dos Estados Unidos da América.

Desde 1789, os Estados Unidos da América elegeram 45 Presidentes, 19 do Partido Republicano, 16 do Partido Democrata, 4 do Partido Whig, 4 do Partido Democrata-Republicano e 2 sem nenhuma filiação partidária. Joseph Biden, será o 46º Presidente dos EUA.

Normalmente, os vencedores são conhecidos poucas horas após encerrarem as urnas, mas, desta vez, a participação recorde de eleitores e de votos enviados pelo correio, devido à pandemia, atrasou o anuncio oficial dos resultados. Joe Biden, é o Presidente eleito com mais votos populares na história dos Estados Unidos da América.