Cruzeiro

De Odivelas para o Mundo

Current track

Title

Artist

Current show

Cruzeiro da Noite

02:00 08:00

Current show

Cruzeiro da Noite

02:00 08:00


FERLAP MANIFESTA-SE CONTRA A REDUÇÃO DE VAGAS NAS UNIVERSIDADES DE LISBOA

Written by on Maio 16, 2018

O Governo vai reduzir em cerca de 1.100 as vagas no Ensino Superior Público em Lisboa e no Porto e a
FERLAP, que não foi consultada, embora represente cerca de um quarto das associações de pais e encarregados de educação vem manifestar-se contra a medida.
Em comunicado a FERLAP afirma que “Mais uma vez foram ouvidas as instituições e deixados de fora os principais interessados e a razão de ser das Universidades, os alunos e as suas famílias. O mal está feito, agora a questão que se nos levanta é, se esta medida não vai, uma vez mais, prejudicar significativamente os Alunos provenientes de famílias com menos recursos económicos?
Alertando para o fato de os alunos oriundos de famílias com menos recursos não terão capacidade financeira para continuar a estudar longe de casa, a FERLAP sublinha ainda no mesmo comunicado que “as melhores notas são obtidas pelos Alunos das Escolas Secundárias Privadas, ou de algumas Escolas
Públicas mas de acesso condicionado” e deixa quatro perguntas ao Governo:
Como é que o governo, que defende a igualdade de acesso e a qualidade do Ensino para todos, se propõe resolver a desigualdade que está a fomentar com esta medida?
Quais são as medidas decididas que vão permitir que os Alunos com menos possibilidades económicas, que, hoje, tinham nota para frequentar o Ensino Superior na área de Lisboa, possam vir a frequentar o Ensino Superior?
Uma vez que as famílias com mais dificuldades económicas o não podem fazer, quem irá suportar a deslocação dos Alunos da área de Lisboa para o interior?
De quem será a responsabilidade pela quebra das expectativas criadas aos e pelos Alunos, ao longo da Escolaridade Obrigatória, pelos anos de muito trabalho desenvolvido, por vezes contra todas as expectativas?
A FERLAP termina o seu comunicado afirmando “as Políticas para a Educação, não podem ser decididas em cima do joelho. As decisões tomadas têm que ter em conta as implicações que virão a ter
Tagged as