Cruzeiro

De Odivelas para o Mundo

Current track

Title

Artist

Current show

Current show


EFEMÉRIDES: 9 DE OUTUBRO – DATA DO NASCIMENTO DE D.DINIS

Written by on Outubro 9, 2017

EFEMÉRIDES

9 de outubro

Dia Mundial dos Correios

Feriado Municipal em Machico

1261 – Nasceu D. Dinis, “O Lavrador”. Foi o sexto rei de Portugal e dos Algarves até à sua morte. Era o filho mais velho do rei Afonso III e sua segunda esposa Beatriz de Castela. Em 1282 desposou Isabel de Aragão, que ficaria conhecida como Rainha Santa. Ao longo de 46 anos de reinado, foi um dos principais responsáveis pela criação da identidade nacional e o alvor da consciência de Portugal enquanto estado-nação. Em 1297, após a conclusão da Reconquista pelo seu pai, definiu as fronteiras de Portugal no Tratado de Alcanizes, prosseguiu relevantes reformas judiciais, instituiu a língua portuguesa como língua oficial da corte, criou a primeira Universidade portuguesa, libertou as Ordens Militares no território nacional de influências estrangeiras e prosseguiu um sistemático acréscimo do centralismo régio. D. Dinis ordenou a exploração de minas de cobre, prata, estanho e ferro e organizou a exportação da produção excedente para outros países europeus. Assinou o primeiro acordo comercial português com a Inglaterra e fundou a marinha Portuguesa, ordenando a construção de várias docas. Foi grande amante das artes e letras. Tendo sido um famoso trovador, cultivou as Cantigas de Amigo, de Amor e a sátira, contribuindo para o desenvolvimento da poesia trovadoresca na Península Ibérica. Desenvolveu uma forte ligação a Odivelas, onde se encontram depositados os seus restos mortais no Mosteiro de São Dinis e São Bernardo.

1846 – Começou a segunda fase das sublevações começadas com Maria da Fonte. Foi uma guerra civil entre Cartistas e Setembristas na sequência da Revolução da Maria da Fonte e foi desencadeada pela nomeação, na sequência do golpe palaciano conhecido como Emboscada, de um governo claramente cartista presidido pelo marechal João Carlos de Saldanha Oliveira e Daun, o Duque de Saldanha. A guerra civil teve uma duração de cerca de oito meses, opondo os cartistas que tinham o apoio da rainha D. Maria II a uma coligação contra-natura que juntava setembristas a miguelistas. A guerra terminou com uma clara vitória cartista, materializada pela assinatura da Convenção de Gramido, mas apenas após a intervenção de forças militares estrangeiras ao abrigo da Quádrupla Aliança.

1874 – Terminou em Berna, na Suiça, o congresso constituinte da União Postal Internacional. Os 21 países participantes, entre os quais Portugal, assinaram, no ano seguinte, o acordo que daria origem à actual União Postal Universal.

1940 – Nasceu o músico britânico John Lennon, cofundador dos “Beatles”.

1967 – Ernesto Che Guevara, foi fuzilado na Bolívia.

1978 – Morreu o poeta, compositor e cantor belga Jacques Brel, autor de “Ne me quitte pas” e “La valse à mille temps”.

1991 – O escritor Vergílio Ferreira recebeu, em Bruxelas, o Prémio Europália da Comunidade Europeia.

1997 – Foi aprovada a Lei de criação das Regiões Administrativas.

2003 – Morreu o odivelense Rui Rodrigues, aos 38 anos. Era o vocalista da banda “Império dos Sentados”.

– Morreu o inventor Júlio dos Santos Pereira, aos 100 anos. Foi o responsável pela adaptação de uma debulhadora à limpeza, pesagem e embalagem de cereais.

2008 – Morreu a artista de circo com a carteira profissional mais antiga, a equilibrista Raquel Dias. Tinha 81 anos e faleceu no Pinhal Novo

2010 – Morreu Paulo-Guilherme D’Eça Leal, escritor, pintor e cenarista de teatro e cinema, aos 82 anos, vítima de doença prolongada.

2014 – Morreu Fernando de Sousa, aos 65 anos. Era correspondente da SIC em Bruxelas.

2015 – Marcelo Rebelo de Sousa anunciou a sua candidatura à presidência da República.

2016 – Ana Moura foi escolhida para participar num espetáculo internacional de tributo a Prince, juntamente com Stevie Wonder e Christina Aguillera.

============.

Este é o ducentésimo octogésimo segundo dia do ano. Faltam 83 dias para o termo de 2017.

Pensamento do dia: “A consciência individual, no nosso tempo, é anulada por uma quantidade enorme de informação empacotada, cujo objetivo é produzir uma passividade coletiva, aquiescente e inquestionada”. Edward W.Said (1935-2003), escritor e ensaísta de origem palestiniana.

Tagged as