Cruzeiro

De Odivelas para o Mundo

Current track

Title

Artist

Current show

Current show


ARISTIDES DE SOUSA MENDES HOMENAGEADO NA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

Written by on Julho 20, 2021

ARISTIDES DE SOUSA MENDES HOMENAGEADO NA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA NA PASSAGEM DO 136º ANIVERSÁRIO DO SEU NASCIMENTO

 

Lisboa 19 Julho 2021 – A Assembleia da República foi ontem palco de uma cerimónia de homenagem, a Aristides de Sousa Mendes com o descerramento de um busto do antigo cônsul português em Bordéus. Deu-se assim início à primeira de um conjunto de iniciativas que culminará, em 5 de Outubro próximo, com a realização da decisão do Parlamento da concessão de honras de Panteão a Aristides de Sousa Mendes, aprovada há cerca de um ano.

 

Um busto que ficará no espaço parlamentar em memória de “um homem notável que soube estar à altura dos tempos e da História quando isso lhe foi exigido”, destacou o deputado Pedro Delgado Alves, que coordenou o grupo parlamentar de trabalho que definiu o programa das comemorações em torno da trasladação para o Panteão Nacional.

O busto, é da autoria do escultor russo Gregory Pototsky, foi doado à Assembleia da República pela Associação Lusa Portugueses por Israel, instituição à qual foi inicialmente oferecido pelo empresário francês e mecenas do artista, Frédéric Lassoeur.

A cerimónia, contou com a presença de familiares do antigo cônsul, assim como do embaixador de Israel em Portugal, e da embaixadora francesa.

Pedro Delgado Alves,  coordenador do grupo parlamentar de trabalho que definiu o programa das comemorações, afirmou na cerimónia que é “difícil de explicar, mesmo “incompreensível para as jovens gerações” que tenha sido necessário reabilitar a figura do diplomata, quando era tão evidente o seu papel de herói e acrescentando que Aristides de Sousa Mendes foi “um homem notável que soube estar à altura dos tempos e da História quando isso lhe foi exigido”.

Veja aqui a mensagem do Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros sobre os 135 anos do nascimento de Aristides de Sousa Mendes.

Aristides de Sousa Mendes recebeu em 1966 o título de “Justo entre as Nações”, atribuído pelo Yad Vashem, Memorial do Holocausto, em nome de Israel, a não-judeus que tenham arriscado a vida para salvar judeus durante a Segunda Guerra Mundial. À revelia das ordens das autoridades portuguesas, o cônsul em Bordéus passou vistos de entrada em Portugal a milhares de refugiados, acabando proscrito, num processo que só seria revertido a partir da década de 80.

A decisão da Assembleia da República de homenagear Aristides de Sousa Mendes com uma evocação no Panteão Nacional partiu da deputada Joacine Katar Moreira, acabando por ser aprovada por unanimidade. Na igreja de Santa Engrácia, o Panteão Nacional, ficará um túmulo sem corpo, dado que a sepultura do diplomata permanecerá na sua terra natal, no concelho de Carregal do Sal.

https://www.rtp.pt/noticias/cultura/peniche-exposicao-de-homenagem-a-aristides-de-sousa-mendes_v1315775

https://www.rtp.pt/play/p9092/e558659/a-heranca-de-aristides

 


Reader's opinions

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *